GERAL
Prefeito encaminha projeto de lei para fomentar a inovação em Brusque
Para realizar os objetivos da lei, serão instituídos o Sistema Municipal de Inovação (SMI), Conselho Municipal de Inovação (CMI) e Fundo Municipal de Inovação (FMI)
por Secom/Prefeitura de Brusque 21/09/2021 às 15:48 Atualizado em 21/09/2021 às 15:54
Secom / Prefeitura de Brusque

O prefeito de Brusque, Ari Vequi, encaminhou para Câmara de Vereadores, nesta terça-feira (21), o projeto de Lei Complementar que visa fomentar a inovação em Brusque. O objetivo principal é estabelecer medidas de incentivo às atividades de inovação realizadas por organizações e cidadãos estabelecidos na cidade, e com isso promover o desenvolvimento econômico, social e ambiental do município.

Vequi explica que o tema já é discutido há um tempo em Brusque. “A cidade vem, há muito tempo, conversando sobre isso, inovação é uma das propostas do Pedem (Plano de Desenvolvimento Econômico) e agora encaminhamos para a Câmara de Vereadores um projeto de lei para criar fundos para a inovação em Brusque”, pontua.

“Acreditamos que no próximo ano o Governo do Estado deve entregar o Centro de Inovação e a partir de agora queremos incentivar muito mais a tecnologia e inovação em nossa cidade. Estamos criando este fundo para inovação, que terá recursos também para investir nesta área em nossa cidade”, ressalta Vequi.

Saiba mais sobre o projeto de lei

Para realizar os objetivos da lei, serão instituídos o Sistema Municipal de Inovação (SMI), Conselho Municipal de Inovação (CMI) e Fundo Municipal de Inovação (FMI). Vai ser por meio do FMI que pessoas físicas ou jurídicas poderão propor, por meio de edital, planos, estudos, projetos, programas, serviços de cunho inovador que resultem em soluções de interesse para o desenvolvimento do município.

O SMI tem como objetivos estruturar ações de desenvolvimento econômico, construir canais e instrumentos qualificados de apoio à inovação e articular atividades de diversos órgãos, seja público ou privado, que atuam direta ou indiretamente no desenvolvimento de inovação.

O conselho será formado por nove membros, do poder público e sociedade civil organizada, caberá a ele promover, contribuir, definir políticas e fiscalizar os recursos do fundo, além de elaborar o Plano Municipal de Inovação.

Assuntos: Comunidade
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados