ENTREVISTA
Cacá Tavares participa ao vivo do Jornal da Manhã
Nova ponte da Rua Ernesto Bianchini deverá ser entregue entre dezembro e janeiro, informou o vereador após reunião na prefeitura
por Departamento de Jornalismo - Rádio Araguaia 16/07/2021 às 09:34 Atualizado em 16/07/2021 às 10:26
Imagem: Rafael Imhof

O Jornal da Manhã recebeu nesta sexta-feira (16/7) o vereador Cassiano Tavares (Cacá). Nascido em 11 de março de 1975, em Brusque, é egresso da E.E.B João Hassmann, ingressou na faculdade de Jornalismo na Univali, mas não concluiu o curso. 

Empresário e comunicador é marido de Sandra Juçara e pai de Pietro. Foi eleito em 2020 para o seu primeiro mandato, com 851 votos, pelo Podemos (PODE).

Em sua atividade parlamentar e na condição de morador do Bairro Guarani, recebe questionamentos sobre a reconstrução da ponte que cedeu na Rua Ernesto Bianchini, ao lado da Oficina Ivo Pinturas. 

Comerciantes questionam a falta de mobilização em torno da estrutura que cedeu há um mês. Assim, para responder à comunidade, solicitou uma reunião com representantes do poder público municipal. 

Acompanhado por nove comerciantes, o encontro foi realizado ontem à tarde (15/7) e contou com a presença da secretária municipal de Infraestrutura Estratégica, Andréia Volkmann. Na oportunidade, os visitantes questionaram sobre o andamento da obra. 

Foi explicado que o poder público municipal deve seguir uma série de trâmites legais que vão, desde a confecção do projeto, até a liberação efetiva dos recursos que virão do governo catarinense. Sobre prazos, a expectativa é de que a nova ponte seja entregue entre dezembro de 2021 e janeiro do próximo ano. 

Na Câmara Municipal, o vereador também questionou o poder executivo a respeito da manutenção da Ponte Prefeito Antônio Heil pois, segundo Cacá Tavares, moradores já percebiam algo diferente naquele ponto. 

Em relação ao trânsito, o grande número de solicitações para instalação de lombadas  chama sua atenção. O legislador pede critérios para a instalação destes equipamentos para que Brusque não torne-se a “cidades das lombadas”. 

Cacá deixou claro que há vias onde a lombada é imprescindível. Por outro lado, há necessidade de se analisar a viabilidade em determinados trechos. Uma das preocupações volta-se às viaturas de segurança que sofrem por conta do grande número de redutores de velocidade. Por isso, a conscientização e respeito às leis de trânsito é fundamental, segundo o legislador.

Por fim, durante a conversa ao vivo, Tavares também falou sobre o programa de Pavimentação por Adesão em Brusque. O vereador, através de requerimento, pediu ao poder executivo maior transparência relatando a espera de muitas vias com valores totalmente quitados pelos moradores mas ainda não contempladas pelo projeto.

OUÇA A ENTREVISTA:


Assuntos: Política
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados