Brusque
8º Festival Nacional da Cuca inicia em Brusque
Evento acontece até 18 de julho em oito panificadoras da cidade
por Assessoria de Impressa Ideia Comunicação 10/07/2021 às 17:20
Imagem: Divulgação

Desde a última quinta-feira, 8 de julho, foi iniciado em Brusque (SC) o período mais doce da cidade: a 8ª edição do Festival Nacional da Cuca. O evento é realizado pelo Núcleo de Panificadoras e Confeitarias da Associação Empresarial de Brusque (ACIBr), em parceria com a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, e tem como objetivo resgatar e valorizar a cultura alemã na cidade.

Assim, até dia 18 de julho o público poderá degustar as tradicionais cucas em oito panificadoras que integram o Núcleo: Cafeteria e Panificadora Vila Fiorinda; Panificadora e Confeitaria Moriá; Padaria e Confeitaria Sodepan; Sassipan Panificadora e Confeitaria; Panificadora Zen; Panificadora e Confeitaria Panissa; Sol Panificadora e Confeitaria e Panificadora Danine. 

O evento este ano acontece de forma híbrida, assim como em 2020, com lives e com a comercialização de cucas nos estabelecimentos participantes. 

Fomento econômico e cultural

Dentro da programação do Festival, na sexta-feira, 9 de julho, foi realizada a live de abertura desta edição. Na oportunidade, a coordenadora do Núcleo da ACIBr, Patricia Panissa Kruger destacou os bons resultados dos primeiros dias do Festival, bem como falou das expectativas das panificadoras participantes. “Ano passado o Festival foi um sucesso e esse ano vai ser ainda melhor, pois estamos mais experientes e preparados para recebermos o público em nossas empresas. Nesses dois primeiros dias do evento já tivemos cerca de 50% a mais de vendas. Estamos muito felizes e fica o convite ao público de Brusque e região para prestigiar e saborear o período mais doce da nossa cidade”, destacou. 

O presidente em exercício da ACIBr, Marlon Savio Sassi ressaltou o papel do associativismo e na importância da reinvenção e adaptação do Festival, que em 2020 tornou-se um case de sucesso e foi premiado com o 2º Prêmio Melhores do Ano Comunidade de Inovação Hackathon Shift, ligada à Associação Catarinense de Tecnologia (Acate). 

“É muito gratificante vermos a repercussão dessa adaptação do Festival, que teve continuidade e está sendo realizado, mais uma vez. Além disso, a parceria entre o poder público municipal e a ACIBr, por meio do Núcleo, permite o fomento dos setores, e a movimentação da economia da cidade. E a ACIBr sempre apoia essas iniciativas dos seus Núcleos, que neste período de pandemia não pararam suas atividades. Esta festa realmente nos orgulha muito e agradeço a parceria da Prefeitura de Brusque, que permitiu a continuidade do evento. Brusque é um exemplo e mostra que neste período de pandemia é possível fazer a diferença”, destacou. 

Para o chefe financeiro da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcos Fumagalli iniciativas como a do Festival sempre contarão com o apoio da Prefeitura de Brusque. “É uma honra para a Prefeitura, através da Secretaria, realizar este Festival e resgatar as origens da nossa gastronomia. Ainda não podemos fazer o evento como nos anos anteriores, no Pavilhão, mas as expectativas são de que o público de toda a região possa vir a Brusque degustar a melhor cuca do Brasil”, completou.

A abertura do evento contou ainda com a presença da Miss Santa Catarina 2021, na categoria Pré Teen Universe, Laura Sbardelatti; e com apresentação do turismólogo, Ademir Morais. 

Aula Show

A abertura do Festival contou com uma aula show do chef Iuri Agostinho, que ao vivo produziu uma ‘Cuca de Damasco com Laranja’. O público, em casa, pode acompanhar o passo a passo da receita, para poder reproduzir a mesma. 

Desde 2014, o chef participa como jurado do ‘Concurso Cuca Nota 10’, sendo que em 2020 e este ano ele foi responsável pelas receitas apresentadas na abertura das edições do Festival. “É muito gratificante estar aqui novamente, com uma receita da cuca tradicional alemã. E é muito bacana vermos a interação do pessoal, que reproduz a receita, compartilha, divulga. E o segredo para uma boa cuca é sempre seguir o passo a passo da receita e fazer com muito carinho e amor. Esperamos que todos possam aproveitar o Festival e degustar muitas cucas neste período”, comentou. 

Programação e brinde

Até o dia 18 de julho o público poderá degustar as cucas do Festival nos oito estabelecimentos que participam do evento, sem aglomeração, com distanciamento, uso obrigatório de máscaras, onde todas as panificadoras também disponibilizarão álcool gel, e demais medidas necessárias de prevenção contra a Covid-19. 

O público pode adquirir as cucas produzidas na região nas próprias panificadoras participantes, semelhante ao tradicional ‘Mercado da Cuca’ do evento. As cucas estão sendo disponibilizadas para venda em uma embalagem, identificada pelo Festival, onde o público poderá adquirir e levar para casa. 

Além disso, neste ano, a cada cuca adquirida no Festival, em qualquer uma das panificadoras participantes, o público ganhará uma cartela. Ao completar a cartela com cinco adesivos, o consumidor será premiado com uma caneca exclusiva do evento. 

A programação completa do Festival e as transmissões ao vivo que serão realizadas poderão ser conferidas nas redes sociais oficiais do ‘Festival Nacional da Cuca’.

Concurso “A Cuca NOTA 10 do Brasil”

Dentro da programação do Festival acontece também a 8ª edição do Concurso “A Cuca Nota 10 do Brasil”. O concurso elege a melhor cuca da edição e tem como intuito estimular e valorizar a cultura culinária, bastante conhecida na região. Da mesma forma, permite o aprimoramento das receitas, trazendo novas combinações de cores, aromas e sabores.

Em 2021, são 15 receitas que concorrem e a competição está marcada para o dia 14 de julho, às 15h, na sede da ACIBr. 

Serão premiadas as três melhores cucas. O primeiro lugar ganha um forno elétrico (Fischer) Turbo 2.4 New de Bancada 48 litros, um sofá e uma cadeira de balanço de fibra (Morisa Móveis), além do troféu. O segundo colocado será contemplado com uma cadeira de balanço de fibra, um liquidificador industrial (SC Equipamentos) e troféu. Já o terceiro lugar receberá uma cadeira de balanço de fibra (Morisa Móveis), cestas de produtos (Werner Alimentos) e troféu. 

A divulgação do resultado está marcada para 17 de julho, durante a live de encerramento do 8º Festival Nacional da Cuca.

Para o empresário Gilmar José Moresco, proprietário da Morisa Móveis, poder apoiar o Festival é motivo de grande satisfação para a empresa, que desde a primeira edição acreditou no evento. “Inovamos este ano, oferecendo itens da premiação do Concurso, além de oferecermos cucas das panificadoras participantes em nossas lojas aos nossos clientes. Vimos que o Festival tem crescido e sido sucesso a cada edição e esperamos poder apoiá-lo por muitos anos”, comentou. 

Panificadoras participantes do 8º Festival Nacional da Cuca:

- Cafeteria e Panificadora Vila Fiorinda

-Panificadora e Confeitaria Moriá

-Padaria e Confeitaria Sodepan

-Sassipan Panificadora e Confeitaria

-Panificadora Zen

-Panificadora e Confeitaria Panissa

-Sol Panificadora e Confeitaria

-Panificadora Danine 

SERVIÇO

8º Festival Nacional da Cuca – doce sabor da tradição alemã

-De 8 a 18 de julho - nas oito panificadoras participantes

-Programação on-line:

14 de julho, às 15h: Live do concurso "A Cuca Nota Dez do Brasil"

17 de julho, às 18h: Live de encerramento e divulgação dos ganhadores do concurso (transmissões pelas páginas do Facebook da ACIBr, do Festival Nacional da Cuca, Inspire Filmes e Portal da Cidade)

Assuntos: Eventos
Envie seu comentário sobre esta notícia
Seu nome
Seu telefone
Seu bairro
Sua cidade
Escreva sua mensagem pressione shift + enter para adicionar linha
Todos os campos são obrigatórios
Recomendados